Notícias

Nutrição animal em confinamento

O confinamento é mais uma ferramenta que o produtor pode utilizar para terminar seus animais na seca, fechando os animais em baias e, ali, fornecendo água de qualidade e uma dieta completa, composta por uma fonte de volumoso, como silagem e/ou feno, e uma fração concentrada, como a ração pronta ou núcleos e matérias- primas para a mistura, realizada na própria propriedade.

“Nós estamos em um ano em que a arroba está valorizada e, neste caso, o confinamento se torna mais essencial para o produtor que não conseguiu terminar seus animais nas águas, ou para aqueles que se programaram para terminar os animais na seca e aproveitar esse bom momento do mercado”, afirma o zootecnista e consultor técnico da Rações COMIGO, Breno Viníiccius de Lima.

Neste sentido, o produtor deve ficar atento à necessidade nutricional do seu rebanho, que pode variar de acordo com a categoria animal e o desenvolvimento prévio dos animais. É por este motivo que existem diversas fórmulas com variados níveis de proteína e energia, como o portfólio da Rações COMIGO, que conta com uma gama completa de formulações, inclusive de dieta total, que já vem com fonte de fibra e pode ser fornecida sem a necessidade de volumosos. 

“Podemos falar aí da CooperFlex, que é uma ração com bastante saída, que já vem com toda parte mineral, de farelos e fibra, peletizada, que você pode oferecer de forma exclusiva aos seus animais no confinamento”, comenta Breno.

Além disso, Breno explica que o pecuarista também pode optar pela linha de núcleo, que pode ser utilizada com diversas formulações. Para o produtor que está pensando em fazer o confinamento e tem dúvidas sobre viabilidade econômica, nutricional ou técnica, a Rações COMIGO oferece todo o serviço técnico: “podem contar com a gente, com o nosso corpo técnico e nossos representantes, que estamos prontos para auxiliar no melhor trato nutricional em confinamento”, afirma.

Voltar Home